terça-feira, 27 de novembro de 2007

"Estou apaixonado!!!"

Boa noite

Quantos de vocês já me ouviram dizer esta frase!! E alguns até mais do que uma vez por dia... Mas sem paixão não existe amor? Eu acho que sim, temos de estar apaixonados para existir o amor e prolongá-lo o máximo possível!!

Ora aqui está o problema!!! Hoje numa conversa esta teoria foi toda abaixo e eu fiquei triste... pois disseram-me "O amor é como uma garrafa de whisky, antes de abrir é bonito mas tu não sabes o sabor. Quando se abre é bom mas só dura até ao fim da garrafa"(by M.R.)!
Agora analisando a frase, se bebermos muito rápido (1 garrafa por dia) demora muito pouco tempo e ficamos mal da cabeça, se bebermos devagar (1 shot por semana) demora mais tempo mas vai perdendo a qualidade e vai esmorecendo.
Eu até pus as hipóteses de ser uma garrafa muito grande, mas disseram-me que isso não existe e mesmo assim vai perdendo a qualidade.
Isto não é para vos desmoralizar mas agora entendem o porquê de eu beber whisky!!!
Mas mesmo assim ainda acredito no amor e continuo a dizer que ando apaixonado!!!

mil beijos para elas(UM é especial) e um abraço para eles

5 comentários:

JR disse...

GAYZORRO
Podes estar apaixonado, mas isto é coisa de rabeta...

Tânia Pereira disse...

Boa Martins...finalmente percebi oprque é que deixaste de beber a vodka:não tem cor e nem tem cheiro, aguenta quase vitaliciamente sem perder a qualidade, enfim...é um amor e monogâmico.Assim não te podias apaixonar todos os dias e muito menos várias vezes ao dia.ehehe
Gostei muito do texto e gosto muito de ti como és, apaixonado todos os dias e sempre cheio de amor para dar!
Bjocas
P.S ao J.R: rabeta és tu!!!

Montenegro disse...

Epah, tambem eu estou apaixonado mas não há de ser por causa disso que vou começar a beber.

Qualquer dia até começo um blog e desato a escrever à parva sobre isso. :)

mArTiNa disse...

LoL... Simplesmente só tu ! =)Espero que tenhas gostado da tua estadia aqui pelas Coimbras... =P beijuuu

Cris disse...

Amigo...

O problema com o dilema da garrafa de whisky é mesmo o facto de ser finita. Se vais bebendo vai ficando lá menos, até que fica apenas uma garrafa vazia. A ideia no amor é a de que temos que colocar lá dentro qualquer coisa, senão a vida não tem piada. E se pensares que ao por lá para dentro mais do que tiras estás não só a receber algo melhor mas como também estás a dar algo muito bom à outra pessoa, então tens o tal "amor a transbordar por todos os lados"...

Pensa nisso.